Os principais erros de um investidor em criptomoeda: top-5 - BZ media Skip to content

Os principais erros de um investidor em criptomoeda: top-5

Índice

Considere os 5 erros mais comuns, que são geralmente cometidos ao se fazer investimentos em criptomoedas. Nós explicaremos como evitá-los, fornecendo exemplos.

Investimentos influenciados por FOMO

Até mesmo investidores experientes sofrem do “medo de ficar de fora” – do inglês “fear of missing out” – FOMO. Esse é um medo obsessivo de que se possa perder uma boa oportunidade. Esse sentimento é algo que afeta 56% dos usuários de redes sociais, de acordo com uma pesquisa da MyLife.com. Muitos, após lerem sobre mais uma “história de sucesso”, são tomados pelo desejo de comprar criptomoedas a altos preços.

Exemplos. Em 2017, o Bitcoin subiu de US$ 1000 para US$ 20000. Essa informação evoca uma forte resposta emocional, que faz com que a pessoa se arrependa de ter perdido essa oportunidade única.

Como evitar. Você precisa se livrar da ideia de que outras pessoas têm sorte, mas você não. Aqueles que ficaram milionários em 2017 apoiaram e acreditaram no bitcoin por muito tempo. Você precisa se aprofundar sobre o assunto, e não agir com base nas emoções e boatos.

Vender na Baixa

A situação oposta acontece quando os investidores se desfazem de suas moedas com prejuízo. Olhando para trás, a pessoa poderá concluir que “não valeu a pena vender no momento de baixa”. Em uma venda assim, emoções humanas complexas são acionadas – mais frequentemente, o pânico.

Exemplo – As criptomoedas perderam 80% do valor em apenas alguns meses. Um cenário desses deixará qualquer investidor nervoso.

Como evitar. Deve-se entender que o mercado de criptomoedas é extremamente volátil. As taxas de moedas digitais são instáveis – seus valores sobem e descem com frequência. Investir em criptomoedas requer abordagens diferentes, em comparação a investimentos tradicionais em ações.

Vendas de investimentos para longo prazo

O mercado de criptomoedas é altamente influenciado pela hype da mídia. Após notícias negativas, até mesmo investidores experientes podem começar a vender suas posses. O pânico é comum. No Twitter, espalhou-se a informação de que, em 15 de outubro de 2020, haveria uma venda em massa de 140000 bitcoins.

Exemplo. A contribuição está prevista inicialmente para um ano. Um mês depois, o bitcoin subiu 10% e vem a ideia de que é hora de vender.

Como evitar. Ceder ao desejo de ter lucros rápidos é uma qualidade ruim para um investidor. É importante adquirir a habilidade de paciência. Assim, se você planejava fazer de um investimento um objetivo a longo prazo, é melhor mantê-lo como tal.

Má escolha de carteira

Uma abordagem não aprofundada quando se trata da escolha da carteira pode resultar não só em inconveniências, mas também em problemas de segurança. A opção mais fácil é se registrar em uma corretora. Isso é conveniente, mas não é confiável – 75 corretoras de criptomoedas já fecharam desde o começo de 2020.

Exemplo. Uma pessoa compra um token, que é resgatado pela taxa de câmbio um ano depois. Durante esse período, a empresa proprietária da carteira poderia falir, ou ser vítima de hackers.

Como evitar. Diferentes carteiras são indicadas para diferentes propósitos. Aprenda sobre essas diferenças, por exemplo, no artigo “How to choose a wallet for Ethereum”. Leia avaliações sobre carteiras de criptomoedas e teste-as com quantias pequenas.

Falta de backup

Um backup é uma cópia de segurança de informações. Quando se trata de criptomoedas, diferentemente de outros tipos de investimentos, a perda das chaves privadas se traduz na perda de suas moedas para sempre. Um incêndio ou falha de disco-rígido pode destruir totalmente um portfólio de criptomoedas.

Exemplo. O investidor utilizou uma carteira de software instalada no computador. Após reinstalar o Windows, o “Drive (C :)” foi formatado e a carteira não pode mais ser acessada.

Como evitar. Crie arquivos de recuperação. Mais especificamente, você precisa copiar as chaves privadas, com as quais você pode restaurar a carteira com os investimentos. Alternativamente, você pode imprimi-las em papel, na forma de QR-code, ou em algum outro local que não seja um computador.

Em conclusão

O principal erro que um investidor pode cometer é não levar o assunto suficientemente a sério. Antes de começar a investir em criptomoedas, você deve estudar os erros mais comuns dos investidores, de forma a poder evitá-los:

  • Investimentos influenciados por FOMO
  • Vender na Baixa
  • Vendas de investimentos para longo prazo
  • Má escolha de carteira
  • Falta de backup.
Artigos relacionados